Notícias‎ > ‎

CPqD desenvolve nova geração de sistemas ópticos para banda larga

08/12/2010

O CPqD está desenvolvendo uma nova geração de sistemas de comunicação óptica, baseados em tecnologia WDM (Wavelength Division Multiplexing). A expectativa é que dentro de um ano a tecnologia esteja pronta para ser transferida para a indústria - em particular, para a Padtec, fabricante nacional de equipamentos de comunicação óptica na qual o CPqD tem participação acionária.

 

Batizada de Projeto 100 GETH (Gigabit Ethernet), a nova geração de sistemas ópticos trabalha com a taxa de transmissão de 100 Gbps - os equipamentos atualmente disponíveis no mercado operam em 10 Gbps. Ao combinar a frequência de 100 Giga com a tecnologia de multiplexação óptica WDM (que permite compartilhar a mesma fibra para a transmissão de sinais ópticos de diferentes comprimentos de onda), os novos sistemas terão capacidade para oferecer velocidades de transmissão de até 8 Terabits por segundo por fibra óptica. Atualmente, nos testes realizados em laboratório, o CPqD já consegue alcançar a velocidade de 3,2 Tbps por fibra.

 

De acordo com o CPqD, os primeiros protótipos de equipamentos baseados nessa tecnologia deverão estar disponíveis entre o final de 2011 e o início de 2012. A partir de 2012, essa nova geração de sistemas estará pronta para ser comercializada, de modo a contribuir para a expansão e o avanço tecnológico do acesso em banda larga no Brasil - mercado do qual a Padtec é uma das principais fornecedoras.

 

Tele.Síntese - 08/12/2010